MIU indica: Monograma - Da Tempestade à Calmaria


Depois do reconhecimento conquistado com o surpreendente Conto do Faz de Conta, os mineiros do Monograma estão de volta com seu segundo EP. O público uberlandense teve a oportunidade de conhecer o trabalho deles no Grito Rock, em fevereiro desse ano. Quem já conhece e acompanha a banda percebe nitidamente o amadurecimento em Da Tempestade À Calmaria, e pra quem não conhece, esse é um belo cartão de visita.

O EP não tem esse nome à toa. E nem parece ser só porque a primeira música se chama Tempestade e a última Calmaria. Ele traz consigo uma unidade ao trabalho. São apenas 5 músicas, mas todas são essenciais, nenhuma foi jogada ali no meio pra preencher qualquer espaço vazio.


O EP ainda tem uma bela arte na capa


A primeira canção começa com um pequeno coro de vozes, calmo, como um chuvisco que anuncia tempestade. Após cantarem "Tire os pratos da mesa, que hoje vai ter correnteza e mar" os caras terminam com esse mesmo coro, dessa vez mais forte, no auge do aguaceiro. A intensidade sonora continua em Querido Amigo, que é a música mais diferente do disco. Essa é bastante agitada e ácida, por conta das ironias na letra.


Em Alento eles exploram outra vez colocar muitas vozes em um trecho da música. Isso promete funcionar muito bem nos shows. Já dá pra imaginar a platéia fazendo o coro, assim como em Meias Trocadas, o hit do primeiro EP.


A terceira e a útlima faixa têm alguns pontos em comum. Elas são as responsáveis por mostrar o lado poético e romântico da banda. Os trocadilhos dão o toque diferencial à essas duas. Em Nus Amamos, eles brincam com as palavras no trecho "Só o amor pra clarear e nos tornarmos luz e nos mostrarmos nus a caminhar". Calmaria, que fecha o disco, já era tocada há algum tempo nos shows da banda e sempre foi uma das mais correspondidas pelo público. Agora ela ganhou uma cara nova na versão bem arranjada de estúdio. O trocadilho vem no excelente refrão "Tudo vai estar em calma, calmaria, calma, Maria toda tonta tola que já vamos voar".


Esse trabalho está disponível pra download gratuito no site do compacto.rec, que é uma iniciativa do Coletivo Fora do Eixo para distribuição de mídias digitais.


Da Tempestade à Calmaria vem pra somar e fortalecer muito a crescente representação das bandas mineiras no cenário independente nacional.


Lembrando que o Monograma toca no Festival Transborda, nesse Domingo, dia 19 de Setembro. O Portal MIU vai estar lá representando Uberlândia na cobertura do evento.


Confira abaixo um vídeo no qual os integrantes apresentam o EP:




Curtiu esse post?

3 comentários:

matheus disse...

Muito bacana a resenha! É muito bom receber críticas em relação ao trabalho desempenhado, e é melhor ainda, quando são críticas positivas!
Apenas uma correção da letra:
"Só o amor pra clarear e nos tornarmos lus e nos mostrarmos nus a caminhar".
Abraços, e é nóis no Transborda!
Matheus Marcus
Produtor

Luiz Fernando Motta disse...

beleza, matheus! já corrigi aqui!
valeu, cara
abraço

8º período - Uni-BH - Guilherme, Layana, Leandro, Pedro, Rodrigo Savoi e Filipe Marinho. disse...

Luiz, estamos divulgando seu texto, beleza?
Valeu demais - Guilherme.

Postar um comentário

Copyright © MIU - Blogger Theme by BloggerThemes - Blogger templates